h1

Andrea Neves inaugura Telecentro Comunitário, Programa Oportunidade Legal

26/08/2009

O Telecentro Comunitário, Programa Oportunidade Legal (Olé) foi inaugurado nesta segunda-feira (10), no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR). Voltado prioritariamente para adolescentes em situação de risco ou em conflito com a lei, o programa promove a formação cidadã, a inclusão digital e a possibilidade de inserção no mercado formal de trabalho de jovens encaminhados pela Vara de Atos Infracionais de Belo Horizonte.

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, descerrou a placa de inauguração. “Uma contribuição como essa tem uma importância extraordinária. A inclusão digital é a inclusão social e o CMRR é um ponto estratégico para a implantação do telecentro”, disse o ministro. O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, José Carlos Carvalho, ressaltou que, além de terem acesso à Internet, os jovens também terão noções de meio ambiente e gestão de resíduos, já que será promovido o intercâmbio de informações entre os cursos oferecidos no CMRR. “Inclusão digital é a alfabetização deste século”, ressaltou.

O Telecentro é um espaço público provido de dez computadores conectados à internet banda larga, 21 cadeiras multiuso, mesas, armário, projetor multimídia, roteador wireless, impressora, estabilizadores, central de monitoramento com câmera de vídeo de segurança. No espaço serão realizadas atividades com o objetivo de promover a inclusão digital e social das comunidades atendidas. Os adolescentes terão aulas presenciais e a distância.

A primeira turma do Programa Olé, com 20 adolescentes, deverá iniciar as aulas até setembro. A previsão é de que sejam três meses de aula para cada turma. Ao final do curso, os alunos podem ser contratados por uma das instituições parceiras do programa. Por ano, cerca de 80 adolescentes serão atendidos.

Várias atividades serão desenvolvidas no local tais como: o uso livre dos equipamentos, acesso à internet, cursos de informática básica, curso de navegação na internet, realização de oficinas de capacitação e oficinas diversas que possam utilizar as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) disponíveis no telecentro, realização de atividades socioculturais para mobilização social e divulgação do conhecimento, oficinas de alfabetização digital.

De acordo com o presidente da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), José Cláudio Junqueira, a parceria é uma oportunidade de intercâmbio de informações e formação de jovens em conteúdos que, aliados, são fundamentais para promoção do desenvolvimento sustentável. “Os jovens serão capacitados em conteúdos de inclusão digital e posteriormente serão encaminhados para o curso de Curso de Qualificação em Montagem, Manutenção e Recondicionamento de Computadores promovido pela Feam, CMRR e Servas e com o patrocínio da Microsoft Brasil. Desta forma o CMRR cumpre seu papel de abrigar projetos das diversas esferas de governo que buscam ampliar o acesso a informação sobre a gestão dos diversos tipos de resíduos”, declarou.

Para a juíza titular da Vara de Atos Infracionais de Belo Horizonte, Valéria da Silva Rodrigues, o convênio promove cidadania e reinserção de menores em conflito com a lei, estando de acordo com uma política preventiva de criminalidade. Antes de serem encaminhados para o telecentro, os jovens serão avaliados por uma equipe técnica de psicólogos e assistentes sociais da Vara de Atos Infracionais.

Parceria

O Projeto é uma parceria do Ministério das Comunicações, responsável pelo Telecentro Comunitário; da Empresa de Informática e Informações do Município de Belo Horizonte (Prodabel), que recebeu o aparato tecnológico para a realização dos cursos; da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e do CMRR, responsáveis pela parte de educação ambiental; do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac/MG), que oferecerá o treinamento profissional; da Associação Profissionalizante do Menor (Assprom) e da Associação Municipal de Assistência Social (Amas), que contratarão parte dos adolescentes participantes.

A presidente do Servas, Andrea Neves, ressaltou a parceria promovida para a implantação do telecentro como uma marca do Governo de Minas. “Estamos celebrando a ampliação das atividades do CMRR com a parceria com o Ministério das Comunicações e o Tribunal de Justiça, somando esforços em busca de resultados mais efetivos”, disse.

Também estiveram presentes na solenidade o vice-prefeito de Belo Horizonte, Roberto Carvalho, a diretora-executiva do CMRR, Denise Bruschi, o presidente da Associação Municipal de Assestência Social (Amas), Rosalva Alves Portella, e o presidente da Associação Profissionalizante do Menor (Assprom), Jafete Abrahão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: